Biografia

1981 . Brasília, Brasil
Vive e trabalha em São Paulo, Brasil.

 

Rodrigo Bivar inicia sua trajetória no começo dos anos 2000 e sua produção pictórica deste momento aproxima-se da figuração, porém com um desejado estranhamento como no  ângulo em que as figuras se encontram e na  falta de hierarquias entre os elementos. Ao longo de sua trajetória, ao distanciar-se da figuração, Bivar reestrutura a pintura por meio da combinação de formas e massas de cor. Com frequência pinta estruturas que orbitam pelo espaço pictórico propondo associações variadas.

 

Como afirmou o curador Tiago Mesquita, em 2019, Bivar “trata o patético descompasso entre o que se espera e o que acontece com humor. A pintura para ele parece acontecer quando as pontas soltas se embaraçam e mostram que a exceção se tornou a regra”.

 

Graduado em Artes Visuais pela Fundação Armando Álvares Penteado (2005 - São Paulo, Brasil). Em 2020, Bivar recebeu o prêmio da Bolsa Pollock-Krasner Foundation Grant 2020-2021. Também ganhou o Prêmio de Aquisição do Centro Cultural de São Paulo em 2008, quando realizou sua primeira exposição individual na própria instituição.

Dentre as exposições individuais mais importantes estão: 2021 - Algum (Galeria simòes de Assis - São Paulo, Brasil); 2020 - Gema (Galeria Athena - Rio de Janeiro, brasil); 2018 - É Umas (Galeria Millan - São Paulo, Brasil); 2017 - Rodrigo Bivar (Instituto Figueiredo Ferraz - Sao Paulo, Brasil); 2015 - Lapa (Galeria Millan – São Paulo, Brasil); 2010 - Turista Azul (Paço das Artes - São Paulo, Brasil).  

 

Entre as exposições coletivas mais importantes estão: 2019 - Construções e Geometrias (Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia - São Paulo, Brasil); 2018 - Com o ar pesado demais pra respirar (Galeria Athena - Rio de Janeiro, Brasil); 2017 - Os Desígnios da Arte Contemporânea no Brasil (Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – São Paulo, Brasil); 2016 - Os muitos e o um: Arte contemporânea brasileira (Instituto Tomie Ohtake - São Paulo, Brasil); 2013 - Sesc VideoBrasil: 18º Festival Internacional de Arte Contemporânea (SESC Pompéia – São Paulo, Brasil); 2011 - Itinerários, Itinerâncias, Panorama da Arte Brasileira (Museu de Arte Moderna de São Paulo – São Paulo, Brasil); entre outras.

Rodrigo Bivar possui trabalhos em coleções importantes como: Museu de Arte do Rio (Rio de Janeiro, Brasil), Centro Cultural de São Paulo (São Paulo, Brasil), Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (São Paulo, Brasil) e Instituto Figueiredo Ferraz (Ribeirão Preto, Brasil).

Obras
Exposições
Eventos
CV

Educação
2005

Graduação em Artes Visuais – Fundação Armando Álvares Penteado – São Paulo, Brasil

 

Exposições Individuais
2021

Algum - Galeria simòes de Assis - São Paulo, Brasil

2019

A conta não fecha – SIM Galeria – Curitiba, Brasil

2018

É Umas – Galeria Millan – São Paulo, Brasil

2017

Rodrigo Bivar – Instituto Figueiredo Ferraz – Ribeirão Preto Brasil

2016

Nada pensa nada – Galeria Athena Contemporânea – Rio de Janeiro, Brasil

2015

Lapa – Galeria Millan – São Paulo, Brasil

2012

…ainda, assim, flutuante caiçara… – Galeria Millan – São Paulo, Brasil

2011

Rodrigo Bivar – Galeria Mariana Moura – Recife, Brasil

2010

Rodrigo Bivar – Fundação de Arte de Ouro Preto – Ouro Preto, Brasil
Turista Azul: Temporada de Projetos – Paço das Artes – São Paulo, Brasil

2009

Rodrigo Bivar – Galeria Millan – São Paulo, Brasil

2008

Programa de Exposições – Centro Cultural São Paulo – São Paulo, Brasil

 

Exposições Coletivas
2019

Construções e Geometrias – Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia – São Paulo, Brasil

2018

Com o Ar Pesado Demais pra Respirar – Galeria Athena – Rio de Janeiro, Brasil
Persistência e Variação – Galeria Raquel Arnaud – São Paulo, Brasil

2017

Os Desígnios da Arte Contemporânea no Brasil – Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – São Paulo, Brasil
MAC USP no século XXI: A era dos artistas – Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – São Paulo, Brasil

2016

Os Muitos e o Um: Arte Contemporânea Brasileira – Instituto Tomie Ohtake – São Paulo, Brasil
Pequenas Pinturas I – Auroras – São Paulo, Brasil
O Estado da Arte – Instituto Figueiredo Ferraz – Ribeirão Preto, Brasil

2015

Aproximações Pictóricas – Galeria Athena Contemporânea – Rio de Janeiro, Brasil

2014

Correntes – SESC Belenzinho – São Paulo, Brasil

2013

Sesc VideoBrasil: 18 Festival Internacional de Arte Contemporânea – SESC Pompéia – São Paulo, Brasil

2012

Pintura Figurativa – Centro de Exposições Torre Santander – São Paulo, Brasil
7 SP – Seven Artists from São Paulo – C.A.B. Contemporary Art – Bruxelas, Bélgica
Coleção BGA – Museu Brasileiro da Escultura (MUBE) – São Paulo, Brasil
Manobras Poéticas – Galeria Athena Contemporânea – Rio de Janeiro, Brasil

2011

Itinerários, Itinerâncias, Panorama da Arte Brasileira – Museu de Arte Moderna de São Paulo – São Paulo, Brasil
Panoramas do Sul – 17º Festival Internacional de Arte Contemporânea SESC_Videobrasil, SESC Belenzinho – São Paulo, Brasil
Como o Tempo Passa Quando a Gente se Diverte – Galeria Casa Triângulo – São Paulo, Brasil
Concurso Arcos Dorados de Pintura Latinoamericana – ArteBA – Buenos Aires, Argentina
Porque sim – Galeria Millan – São Paulo, Brasil
Horizonte Vazado: Artistas Iberoamericanos en el Filo – Instituto Cervantes – São Paulo, Brasil
Realidades/Desenho Contemporâneo Brasileiro – SESC Pinheiros -São Paulo, Brasil

2010

A Contemplação do Mundo – Paralela 2010 – Liceu de Artes e Oficio – São Paulo, Brasil
Tinta Fresca – Galeria Mariana Moura – Recife, Brasil

2009

Grau Zero – Paço das Artes -São Paulo, Brasil

2008

Rafael Carneiro, Rodrigo Bivar e Renata de Bonis – Galeria Marília Razuk – São Paulo, Brasil
Coletiva – Galeria Millan – São Paulo, Brasil
Rodolpho Parigi e Rodrigo Bivar – Escola São Paulo – São Paulo, Brasil
2000 e Oito – SESC Pinheiros – São Paulo, Brasil
2000 e Oito – Museu Victor Meirelles – Florianópolis, Brasil

2007

20 e Poucos Anos – Galeria Baró Cruz – São Paulo, Brasil
35º Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto – Santo André, Brasil
É Junho, Mas Parece Novembro – Galeria Polinésia – São Paulo, Brasil

2006

Programa de Exposições MARP – Museu de Arte de Ribeirão Preto – Ribeirão Preto, Brasil
4 Pintores – Ateliê Casa 4 – São Paulo, Brasil

2005

37 Anual de Artes FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado – São Paulo, Brasil

 

Curadoria
2019

Colapso – Galeria Athena – Rio de Janeiro, Brasil

2017

Manuel Graciano e Neves Torres: bicho, pedra, planta – Galeria Estação – São Paulo, Brasil

2011

Porque Sim – Curadoria Rodrigo Bivar e Lais Myrrha – Galeria Millan – São Paulo, Brasil.

 

Prêmios e Residências
2013

Residência Currents Art – Pequim, China

2008

Prêmio Aquisição do Programa de Exposições CCSP – Centro Cultural São Paulo – São Paulo, Brasil

2003

35º Anual de Artes FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado – São Paulo, Brasil
XV Salão de Arte Cascavelense – Cascavel, Brasil
XXX Salão Jovem – C.C.B.E.U. – Santos, Brasil

 

Coleções Públicas

Museu de Arte do Rio – Rio de Janeiro, Brasil
Centro Cultural São Paulo – São Paulo, Brasil
Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – São Paulo, Brasil

 

Coleções Privadas Abertas ao Público

CAB Art Center – Bruxelas, Bélgica
Instituto Figueiredo Ferraz – Ribeirão Preto, Brasil

 

Bibliografias
2018

NAVES, Rodrigo. Rodrigo Bivar. São Paulo: Martins Fontes, 2018

2009

“Grau Zero”, Poço das Artes, São Paulo, 2009. p. 31 e 32. Catálogo da Exposição