Biografia

Yuri Firmeza se adensa de investigações que evocam as várias possibilidades de reflexões sobre temporalidade, memória, experiências individuais e coletivas, pressionando os limites entre ficção, o possível e o real. De maneira crítica e irônica, Firmeza ocupa espaços inabitáveis, cria imagens insólitas, forja relações precárias e questiona, assim, as relações de poder na sociedade contemporânea. Fotografias, vídeos, instalações e performances realçam os estratos e camadas do tempo social.

 

Recorrentemente o corpo é inserido em seus trabalhos, pois para o artista o corpo é também a inscrição da história. Firmeza se debruça sobre problemas conceituais chave – por exemplo, a gentrificação e a construção das cidades e seus projetos arquitetônicos fadados à ruina –, que se desdobram em um conjunto de trabalhos cujo tema é comum, mas a linguagem e suportes se diferenciam.

Yuri Firmeza é mestre em Artes Visuais pela Escola de comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (2008), e graduado em Artes Visuais pela Faculdade Grande Fortaleza (2005). Dentre as exposições individuais destacam-se: 2017 - Palimpsest  (Ateliê397 - São Paulo, Brasil); 2013 – Turvações estratigráficas (Museu de Arte do Rio - Rio de Janeiro, Brasil), Voragem (Demolden Video Project - Santander, Espanha); 2011 – Vida da Minha Vida (Centro Cultural Banco do Nordeste - Fortaleza, Brasil). 

Realizou diversas exposições coletivas no Brasil e no exterior, entre as quais: 2019 - ArtNaif – Nenhum Museu a Menos (Escola de Artes Visuais do Parque Lage  -Rio de Janeiro, Brasil), À Nordeste (SESC 24 de Maio - São Paulo, Brasil); 2018 – Arte-veículo (SESC Pompeia - São Paulo, Brasil), Queermuseu: cartografias da diferença na arte brasileira (Escola de Artes Visuais do Parque Lage - Rio de Janeiro, Brasil); 11º Bienal do Mercosul: Triângulo do Atlãntico (Porto Alegre, Brasil); 2017 - 14th Biennale Jogja: Stage of Hopelessness  (Yogyakarta, Indonesia), Entre Nós: A Figura Humana no Acervo do MASP (Centro Cultural Banco do Brasil  - Rio de Janeiro, Brasil); 2014 - 31º Bienal de São Paulo: Como (...) coisas que não existem (São Paulo, Brasil); 2013 - Amor e Ódio à Lygia Clark (Zacheta National Gallery of Art - Varsóvia, Polônia), P33: Formas Únicas da Continuidade no Espaço - 33º Panorama da Arte Brasileira (Museu de Arte Moderna de São Paulo  - São Paulo, Brasil), entre outras.

Recebeu o prêmio Aquisição Fundação EDP/ MAAT - FUSO: Anual de Videoarte Internacional de Lisboa (Lisboa, Portugal) no ano de 2019, Marcantonio Vilaça SESI/CNI em 2009 e o Bolsa Pampulha em 2008. Yuri Firmeza tem trabalhos nas principais coleções brasileiras, como Museu de Arte Moderna de São Paulo (São Paulo, Brasil), Museu de Arte da Pampulha (Belo horizonte, Brasil), Museu de Arte do Rio (Rio de Janeiro, Brasil) e Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro, Brasil).

Obras
Exposições
CV

1982 . São Paulo, Brasil.
Vive e trabalha em Lisboa, Portugal.

Educação

2008

Mestre em Poéticas Visuais – Escola de Comunicação e Artes – Universidade de São Paulo – São Paulo, Brasil

2005

Graduação em Artes Visuais – Faculdade Integrada da Grande Fortaleza – Fortaleza, Brasil

 

Exposições Individuais
2017

Palimpsest – Ateliê397 – São Paulo, Brasil

2014

Projeto Ruínas – Casa Triângulo – São Paulo, Brasil
Frieze 2014 – Projeto Solo – New York, E.U.A.

2013

Turvações Estratigráficas – Museu de Arte do Rio – Rio de Janeiro, Brasil
Voragem – Demolden Video Project – Santander, Espanha

2011

Este Lado Para Cima – Casa Triângulo – São Paulo, Brasil
Vida da Minha Vida – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza, Brasil

 

Exposições Coletivas
2020

Casa Carioca – Museu de Arte do Rio – Rio de Janeiro, Brasil

2019

Que vai chover amanhã – Sobrado Dr. José Lourenço – Fortaleza, Brasil
A Volta de Fordlândia – Associação Fotoativa – Belém, Brasil
VIDEOEX – International Experimental Film & Video Festival Zurich – Zurique, Suíça
Nevertheless – Atelier Concorde – Lisboa, Portugal
Arte Naif: Nenhum museu a menos – EAV Parque Lage – Rio de Janeiro, Brasil
À Nordeste – SESC 24 de Maio – São Paulo, Brasil
Arte-veículo – SESC Santos – Santos, Brasil

2018

Com o ar pesado demais pra respirar – Galeria Athena – Rio de Janeiro, Brasil
Arte-veículo – SESC Pompéia – São Paulo, Brasil
Queermuseu: cartografias da diferença na arte brasileira – EAV Parque Lage – Rio de Janeiro, Brasil
Zona de Escuta: Deslocamentos, ocupações, resistências e narrativas – Pinacoteca Barão de Santo Angelo – Porto Alegre, Brasil
11º Bienal do Mercosul: Triângulo do Atlântico – Porto Alegre, Brasil
Cri d’amour pour le Brésil – Mains d’OEuvres – Paris, França
Entre acervos – Palácio das Artes – Belo Horizonte, Brasil
Superfícies sensíveis | Pele | Muro | Imagem – Caixa Cultural – Rio de Janeiro, Brasil

2017

Experience no. 12: Entrepassados – A Mesa – Rio de Janeiro, Brasil
14th Biennale Jogja: Stage of Hopelessness – Yogyakarta, Indonesia
Feito Poeira ao Vento: Fotografia na Coleção do MAR – Museu de Arte do Rio – Rio de Janeiro, Brasil
Queermuseu: cartografias da diferença na arte brasileira – Santander Cultural – Porto Alegre, Brasil
Permissão para Falar – Galeria Athena Contemporânea – Rio de Janeiro, Brasil
Entre Nós: A Figura Humana no Acervo do MASP – Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro, Brasil

2016

Jogos do Sul – Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica – Rio de Janeiro, Brasil
Em Desalinho – Sem Título – Fortaleza, Brasil
Museu do Louvre Pau-Brazyl – Ed. Louvre – São Paulo, Brasil
Itinerância: 31º Bienal de São Paulo: Como (…) coisas que não existem – Centro Cultural Yves Alves – Tiradentes, Brasil

2015

Itinerância: 31º Bienal de São Paulo: Como (…) coisas que não existem – Centro Cultural SESI – Londrina, Brasil
Itinerância: 31º Bienal de São Paulo: Como (…) coisas que não existem – Sesc Campinas – Campinas, Brasil
Novos Talentos: Fotografia Contemporânea no Brasil – Caixa Cultural – Brasília, Brasil
Novos Talentos: Fotografia Contemporânea no Brasil – Caixa Cultural – Rio de Janeiro, Brasil
Artemovendo : A Alma Oculta do Inanimado – Paço Municipal – Porto Alegre, Brasil
O Tempo e os Tempos – Carbono Galeria – São Paulo, Brasil
Itinerância: 31º Bienal de São Paulo: Como (…) coisas que não existem – Sesc Rio Preto – São José do Rio Preto, Brasil
Popoidrome: Frestas | Trienal de Artes – Sesc Sorocaba – Sorocaba, Brasil

2014

Manifesto: Poder, Desejo, Intervenção – Museu de Arte do Rio Grande do Sul – Porto Alegre, Brasil
31º Bienal de São Paulo: Como (…) coisas que não existem – Pavilhão Ciccillo Matarazzo – São Paulo, Brasil
Das viagens, dos desejos, dos caminhos – Museu Vale – Vila Velha, Brasil
Diálogos – Galeria Athena Contemporânea – Rio de Janeiro, Brasil
Pela Superfície das Páginas… – Espaço Cultural Marcantonio Vilaça – Brasília, Brasil
A-Play [Entre Artistas] III – Espaço Cultural Contemporâneo – Brasília, Brasil
Carneiro – Museu de Arte Contemporânea do Dragão do Mar – Fortaleza, Brasil
A Realidade do Sonho – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza, Brasil
Casa Triângulo no Pivô – Pivô – São Paulo, Brasil
Bienal MASP Pirelli de Fotografia – Museu Oscar Niemeyer – Curitiba, Brasil

2013

Amor e Ódio à Lygia Clark – Zacheta National Gallery of Art – Varsóvia, Polônia
XVII Unifor Plástica – Espaço Cultural Unifor – Fortaleza, Brasil
P33: Formas Únicas da Continuidade no Espaço – 33º Panorama da Arte Brasileira – Museu de Arte Moderna de São Paulo – São Paulo, Brasil
Bienal MASP Pirello de Fotografia – Museu de Arte de São Paulo – São Paulo, Brasil
Entrecruzamentos – Galeria Athena Contemporânea – Rio de Janeiro, Brasil
Mostra Nordeste de Artes Visuais – Museu Murillo La Greca – Recife, Brasil
Arquipélago – Centro Cultural UFG – Goiás, Brasil
Metrô de Superfície: Mostra II – Centro Cultural São Paulo – São Paulo, Brasil
Caminhando – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza, Brasil
O Corpo é o Meio, SP-Arte: Laboratório Cultural – Pavilhão Ciccillo Matarazzo – São Paulo, Brasil
O Abrigo e o Terreno – Museu de Arte do Rio – Rio de Janeiro, Brasil

2012

Through the Surface of the Pages – ARTS David Rockefeller Center of Latin American Studies Harvard University – Cambridge, E.U.A.
O Efeito da Frase – Museu Murillo La Greca – Recife, Brasil
O Trinfo do Contemporâneo: 20 anos do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul – Santander Cultural – Porto Alegre, Brasil

2011

Gigantes por la propria Naturaleza – Instituto Valenciano de Arte Moderna – Valencia, Espanha
Festival Performance Arte Brasil – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro, Brasil
A 4 Graus do Equador – Atelier 397 – São Paulo, Brasil
Marcantonio Vilaça – Centro Cultural UFG – Goiás, Brasil

2010

Salão de Abril 1980-2009 : De Casa para o Mundo, Do Mundo para Casa – Museu de Arte Contemporânea do Dragão do Mar – Fortaleza, Brasil
Performance: corpo, política e tecnologia – Universidade de Brasília – Brasília, Brasil
O que exatamente vocês fazem, quando fazem ou esperam fazer curadoria? – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza, Brasil
Coletiva – Casa Triângulo – São Paulo, Brasil
Prêmio CNI-SESI MArcantonio Vilaça – Museu de Arte Contemporânea de São Paulo – São Paulo, Brasil
Prêmio CNI-SESI Marcantonio Vilaça – Museu Histórico Nacional – Rio de Janeiro, Brasil
Prêmio CNI-SESI Marcantonio Vilaça – Museu de Arte de Santa Catarina – Florianópolis, Brasil
Prêmio CNI-SESI Marcantonio Vilaça – Museu Arte Moderna da Bahia – Salvador, Brasil
Prêmio CNI-SESI Marcantonio Vilaça – Galeria de Arte Juvenal Antunes – Rio Branco, Brasil
Arte In Loco – Museu de Maré – Rio de Janeiro, Brasil
Edições – Casa Triângulo – São Paulo, Brasil

2009

Fogo-fátuo – Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará – Fortaleza, Brasil
Arte In Loco – Fundación Centro de Estudos Brasileiros – Buenos Aires, Argentina
In Corporeo – Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará – Fortaleza, Brasil
Rastilho – Centro Cultural Banco do Nordeste do Brasil – Fortaleza, Brasil
Nano Stockholm – Artist Space: Studio 44 – Estocolmo, Suécia
Cartas/Trajetos – Usina Cultural Energisa – João Pessoa, Brasil
Comissão de Frente – Centro de Formação em Artes Visuais – Recife, Brasil

2008

Preparatório – Museu de Arte da Pampulha – Belo Horizonte, Brasil
7º Festival de Performance de Cali – Cali, Colômbia
Salão Nacional Victor Meirelles – Museu de Arte de Santa Catarina – Florianópolis, Brasil
Verbo 08 – Galeria Vermelho – São Paulo, Brasil
Casa – Lugar em Trânsito – Casa das Onze Janelas – Belém, Brasil
Laços do Olhar – Instituto Tomie Ohtake – São Paulo, Brasil
Arte Pará – Museu Histórico do Pará – Belém, Brasil
Fora do Eixo – Brasília, Brasil
Ação Multiplicadora – SESC Ribeirão Preto – Ribeirão Preto, Brasil

2007

Narrativas – Casa de Cultural Juscelino Kubitschek – Ribeirão Preto, Brasil
Quase Nordeste – Galeria Oeste – São Paulo, Brasil
Olhar Aguçado – Alpendre – Fortaleza, Brasil
Eu/Desejo – Quarto – Rio de Janeiro, Brasil
Ação Multiplicadora – Museu Universitário de Arte da Universidade Federal de Uberlândia – Uberlândia, Brasil
Confrontações Poéticas – Centro Cultural Banco do Nordeste do Brasil – Fortaleza, Brasil

2006

Fake – Galeria 90 – Rio de Janeiro, Brasil
SPA – Semana Pernambuca de Artes Visuais – Recife, Brasil
Paradoxos Brasil Rumos Artes Visuais – Itaú Cultural – São Paulo, Brasil
Paradoxos Brasil Rumos Artes Visuais – Paço Imperial – Rio de Janeiro, Brasil
Paradoxos Brasil Rumos Artes Visuais – Museu de Arte de Santa Catarina – Florianópolis, Brasil
Parodoxos Brasil Rumos Artes Visuais – Museu de Arte Contemporânea de Goiás – Goiânia, Brasil
Artista Invasor – Museu de Arte Contemporânea do Dragão do Mar – Fortaleza, Brasil

2005

Nano Exposição – ArtBo – Bogotá, Colômbia
Espacios en Transito – Centro Cultural de Belas Artes – Lima, Peru
Nano Exposição – Galeria Murilo Castro – Belo Horizonte, Brasil
Nano Intervenção – Curitiba, Brasil
5º Salão Nacional de Arte de Goiás – Goiânia, Brasil
Mostra de Vídeo, A última quarta – Brasília, Brasil

2004

Para ver de(s) perto – Galeria da FAV/UFG – Goiânia, Brasil
4º Salão Nacional de Arte de Goiás – Goiânia, Brasil
Contemporâneos – Galeria Maura Soh – Imperatriz, Brasil
55º Salão de Abril – Fortaleza, Brasil

2003

Experimental II – Museu de Arte Contemporânea do Dragão do Mar – Fortaleza, Brasil
VI Salão Sobral – Casa de Cultural de Sobral – Sobral, Brasil
10 x 10 – Galeria Aldemir Martins , Faculdade Integrada da Grande Fortaleza – Fortaleza, Brasil
54º Salão de Abril – Fortaleza, Brasil

 

Curadoria
2015

Bângala Yakâ Ayê – Galeria A Gentil Carioca – Rio de Janeiro, Brasil
Solon Ribeiro: Lost the memory and killed the cinema – Galeria Athena Contemporânea – Rio de Janeiro, Brasil
Transborda – Casa Triângulo – São Paulo, Brasil

2011

Encontro Sul Americano – Inventando o Lugar, curadoria realizada em parceria com Beatriz Lemos – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza, Brasil

 

Prêmios e Residências
2019

Prêmio Aquisição Fundação EDP/ MAAT – FUSO: Anual de Videoarte Internacional de Lisboa – Lisboa, Portugal

2018

Residência artística no Hangar – Centro de Investigação Artística – Lisboa, Portugal

2015

VII Semana dos Realizadores – Special Mention – Rio de Janeiro, Brasil
Festival Cine Futuro: IX Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual – Best National Short Film – Salvador, Brasil
Mostra do Filme Livre – Prize Troféu Livre – Rio de Janeiro, Brasil
9º Festival Cinemúsica – Best sound mixing – Conservatória, Brasil

2014

Prize EDT Ricardo Miranda de Montagem de Invenção – VI Semana dos Realizadores – Rio de Janeiro, Brasil

2009

Prêmio CNI SESI Marcantonio Vilaça, Brasil

2004

Prêmio 55º Salão de Abril – Fortaleza, Brazil

2003

Menção Honrosa no VI Salão Sobral – Casa de Cultura de Sobral – Sobral, Brasil

 

Textos Publicados
2018

Cápsulas do tempo, Jornal EL PAÍS – Brasil. 24.08.2018
Fortaleza Paquetá, Jornal EL PAÍS – Brasil . 09.11.2018
No Rio de Janeiro se transa muito. Em Bangladesh também, Jornal EL PAÍS – Brasil .12.12.2018

2010

Eu confio em você. Revista Investigação nº11. Porta Alegre, Brasil, p. 66-67
Por favor, posso fazer uma digressão? Revista Tatuí nº 00, p. 37-38
Catálogo Laços do Olhar, Instituto Tomie Ohtake – São Paulo, Brasil

2009

Depoimento no catálogo Arte em Questão – Anos 70, Catálogo do Instituto Tomie Ohtake – São Paulo, Brasil
Pensar (s) (e) (m) imagem, Catálogo da exposição “Teu corpo e(m) paisagem” – Campinas, Brasil

2008

Que relações você percebe entre Arte e coerência? Revista Tatuí, p. 50-57
A Fortaleza Gasosa, Catálogo do CCBNB, Cotidiano Contemporâneo, p. 06-09
Bifurcação, Jornal Estado de Minas – Minas Gerais, Brasil
Bordas para misturar, Jornal Estado de Minas – Minas Gerais, Brasil
Arte e Direito: relações possíveis. In: CUNHA FILHO, Francisco Humberto; TELLES, Mário Ferreira de Pragmácio; COSTA,
Rodrigo Vieira. (Org.). Direito, Arte e Cultura. 1 ed. Fortaleza: Sebrae, 2008, v. , p. 115-120
Andanças #1 Paisagem Sonora, Jornal Estado de Minas – Minas Gerais, Brasil
Pensar é esculpir, Jornal Estado de Minas – Minas Gerais, Brasil
Que lugar é esse?, Jornal Estado de Minas – Minas Gerais, Brasil
Justice, Isabela. Stress: os espelhos em nossa face sádica, Jornal O Estado de São Paulo – São Paulo, Brasil
Ecdise. Publicação parte integrante do programa Bolsa Pampulha promovido pelo Museu de Arte da Pampulha – Belo Horizonte, Brasil

2007

Kataná. In: Souzousareta Geijutsuka. 1. ed. Fortaleza: Expressão gráfica e editora, 2007 v. 1000. 140 p.

2005

Bordados, Catálogo da exposição “Ponto, linha…” – Fortaleza, Brasil
Revelações. 1.ed. Fortaleza, 2005, v. 1000, 53p.

 

Festivais / Mostras de Cinema / Exibições
2019

11° Edição FUSO 2019: Anual de Vídeo Arte Internacional de Lisboa no MAAT – Lisboa, Portugal

2018

64nd International Short Film Festival Oberhausen – Oberhausen, Alemanha
South-South: Between Land and Sea Film Programme & Book Launch – Goodman Gallery – Cidade do Cabo, África do Sul
Bienal de la Imagen en Movimiento – Premio Noberto Gria – Buenos Aires, Argentina
Colóquio Théories et pratiques artistiques dans le contexte académique : polarisations et contaminations – Paris, França
Cine Esquema Novo 2018 – Arte Audiovisual Brasileira – Cinemateca Capitólio e Instituto Goethe, Porto Alegre, Brasil

2017

Art Basel Hong Kong: Film Sector – Hong Kong, China

2016

62nd International Short Film Festival Oberhausen – Oberhausen, AlemanhaVIII Semana dos Realizadores – Rio de Janeiro, Brasil
27º Festival Internacional de Curtas Metragens – São Paulo, Brasil33. Kasseler Dokumentarfilm- und Videofest – Kassel, Alemanha

2015

Mostra do Filme Livre – Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro, Brasil
Crossings and Passages: the Unequal Accummulation of Time – Goodman Gallery – Cidade do Cabo, África do Sul
VII Semana dos Realizadores – Rio de Janeiro, Brasil
Mostra do Filme Livre – Rio de Janeiro, Brasil
9º Festival Cinemúsica – Conservatória, Brasil
Festival Cine Futuro: IX Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual – Salvador, Brazil

2014

Cine Esquema Novo 2014 – Porto Alegre, Brasil
Parque Lage – Rio de Janeiro, Brasil
VI Semana dos Realizadores – Rio de Janeiro, Brasil
Museu de Arte do Rio [MAR] – Rio de Janeiro, Brasil
Museu de Arte Contemporânea do Dragão do Mar – Fortaleza, Brasil
Cine Metrópolis: Universidade Federal do Espírito Santo – Vitória, Brasil

 

Coleções Públicas

Museu de Arte da Pampulha – Belo Horizonte, Brasil
Centro Cultural Banco do Nordeste do Brasil – Fortaleza, Brasil
Museu de Arte Contemporânea do Dragão do Mar – Fortaleza, Brasil
Museu de Arte Contemporânea de Goiás – Goiânia, Brasil
Museu de Arte do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro, Brasil
Museu Nacional de Belas Artes – Rio de Janeiro, Brasil
Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul – Porto Alegre, Brasil
Museu de Arte de São Paulo – São Paulo, Brasil

 

Bibliografia
2018

FELIX, Walter. “Construção e ruína”. Jornal Estado de Minas – Minas Gerais, Brasil. 07.08.2018
“Prêmio IP Capital Partners de Arte 2018”. Rio de Janeiro. 2018. p.210-211. Catálogo

2015

MAIA, Ana Maria. “Arte-veículo: intervenções na mídia de massa brasileira”. Recife. Editora Aplicação, 2015.
LIMA, Érico Araújo. “A Cerimônia e o Foguete”. Sobrecinema. 12.03.2015
DIEGUES, Isabela. “Outras Fotografias na Arte Brasileira Séc. XXI”. São Paulo. Cobogó. 2015. p.212-219

2014

BRANDÃO, Ludmila. “El arte ficción de Yuri Firmeza: la colonialidad desnuda”. In Otros Logos: Revista de Estudios Críticos. Universidad Nacional del Comahue. 2014
“31º Bienal de São Paulo: Como (…) coisas que não existem”. Fundação Bienal de São Paulo. São Paulo. 2014. p.74-75. Guia da Exposição
“31º Bienal de São Paulo: Como (…) coisas que não existem”. Fundação Bienal de São Paulo. São Paulo. 2014. p.78-79. Catálogo da exposição
CASSUNDÉ, Bitu. “Das Viagens, dos Desejos, dos Caminhos”. Museu Vale. 2014. Vitória. p.94-109. Catálogo da exposição
VIEIRA, Carolina. “SP-Arte 2014”. Feira Internacional de Arte de São Paulo. 2014. São Paulo. p.50-57. Catálogo da feira

2013

“Prêmio IP Capital Partners de Arte 2013”. Rio de Janeiro. 2013. p.124-125. Catálogo

2012

“Prêmio IP Capital Partners de Arte 2012”. Rio de Janeiro. 2012. p.134. Catálogo